DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PULSA EM PORTO ALEGRE

Hoje encerramos as rodadas do Orçamento Participativo, rodadas 2013 para o Orçamento de 2014. As Plenárias iniciaram no último dia 15 de julho.

Foi um mês de intenso debates com as comunidades, refletindo e decidindo de que forma os recursos financeiros da Prefeitura devam ser investidos.

O OP completa 24 anos de existência na Capital dos Gaúchos. É a Democracia Participativa pulsando forte em nossa cidade. As decisões sobre investimentos na área da saúde, educação, assistência social, pavimentação, macrodrenagem, habitação popular, etc. passam obrigatoriamente pela decisão dessa ferramenta que tanto nos orgulha.
O OP funciona durante o ano todo com a participação dos Conselheiros e Delegados eleitos pelas comunidades ao longo de plenárias. São reuniões sistemáticas, semanais e extraordinárias entre os eleitos e o Governo para dar encaminhamento às decisões da comunidade.Desde 15 de julho, durante noites frias e sábados à tarde, as comunidades se mobilizaram para decidir a melhor forma de investir os recursos públicos. Uma verdadeira aula de cidadania com muita reflexão, debate, tensionamentos e decisões definitivas.Importante ressaltar que Conselheiros e Delegados eleitos desempenham atividades como voluntários, sem qualquer remuneração. São os “heróis” da vida comunitária e da democracia participtiva.

Foto: Ricardo Stricher/PMPA

LAMENTÁVEL

Desejo lamentar profundamente a ação dos vândalos que tentaram depredar o prédio onde moro na tentativa de impor pelo medo as suas idéias.

Enquanto eles arrancavam os tapumes da fachada do edifício e pichavam os vidros e a parede, eu e a Regina participávamos do Orçamento. Participativo. Estávamos debatendo com 1.112 cidadãos que não cobrem o rosto e zelam pela sua cidade. Aliás, todas as noites estou em uma região da cidade. A população de Porto Alegre sabe que o dinheiro público é investido a partir de um debate aberto com os cidadãos.

Não será pela violência e pela disseminação do medo que os integrantes do Black Bloc vão me fazer mudar de idéia. O dinheiro público continuará sendo destinado conforme as decisões democráticas da população no OP.

E para os que acham que os vândalos “são uma minoria infiltrada no movimento” procurem conhecer o que pensam os Black Bloc. Eles pregam a violência como forma de luta para “chamar a atenção para a luta” e “para despertar a consciência da classe operária”.

SEGUNDA PASSAGEM GRÁTIS BENEFICIA 276 MIL PESSOAS EM 4 DIAS

 

Em quatro dias de vigência dos novos benefícios no sistema de transporte coletivo da Capital, incluindo o último final de semana, 276 mil pessoas usufruíram da segunda passagem gratuita em seus deslocamentos, média de quase 70 mil usuários por dia. Os dados são da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e da Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP).

Lançado em 1º de julho, o pacote de vantagens traz os seguintes ganhos para a população que circula de ônibus em Porto Alegre: segunda passagem integrada grátis em até 30 minutos após o tempo de viagem estabelecido para cada linha; segunda passagem grátis para os estudantes; implantação do cartão SIM Vale-Transporte da Trensurb; integração do TRI e do SIM com desconto para usuários do vale-transporte e da passagem antecipada; compra dividida de créditos escolares.

A diretora de Transportes da EPTC, Maria Cristina Molina Ladeira, avalia que “Estamos atingindo as expectativas com todos esses benefícios implantados e certamente trarão muitos ganhos para os trabalhadores e estudantes. Temos certeza de que, a partir de agosto, a utilização será ainda maior”.

 
Fonte: PMPA
 

Blog do Fortunati is using WP-Gravatar