PORTO ALEGRE SUSTENTÁVEL*

Mais do que uma expressão da moda, a sustentabilidade deve se constituir em realidade na vida das cidades, com ações práticas que garantam qualidade de vida e legado para as gerações futuras. Nesse contexto, Porto Alegre tem histórico de pioneirismo no debate e na implantação de ações relacionadas ao meio ambiente e de participação cidadã nas políticas públicas. Numa visão de futuro, destacamos importantes obras que reduzirão a emissão de gases do efeito estufa: sistema de ônibus rápidos (BRTS), metrô, rede de ciclovias, transporte hidroviário, além do Programa Integrado Socioambiental (Pisa), da revitalização da Orla e do Arroio Dilúvio.

Relembramos e enfatizamos esses itens a propósito do debate gerado pela ação da prefeitura em função da obra de duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, a Beira-Rio, no trecho próximo à Usina do Gasômetro.

Em primeiro lugar, é importante que todos saibam que foi feita a licença ambiental adequada para a execução da obra. Além disso, há outros pontos que precisam ser observados, como, por exemplo, o fato de naquela área termos um dos principais focos de poluição ambiental pelo engarrafamento diário com a emissão de gases pelos automóveis. Isso mostra que a necessidade da duplicação da via para proporcionar fluidez é também uma questão ambiental e não somente um problema de mobilidade.

É importante esclarecer também que há uma grande preocupação da prefeitura com a compensação das árvores que precisarão ser removidas. No total, serão plantadas 401 mudas com essa finalidade. Seguindo critérios técnicos, as plantas exóticas (não originárias de nosso ambiente) serão substituídas por espécies nativas, uma exigência da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Naquele espaço, também estamos iniciando a revitalização da Orla do Guaíba, que vai permitir o plantio de mais árvores nativas e a sustentabilidade ambiental da região.

Reconhecemos que faltou uma melhor comunicação com a comunidade, explicando as ações a serem implementadas.

Permitam-me agora falar na primeira pessoa para recordar que, ao longo da minha trajetória, e quem me conhece e me acompanha sabe disso, sempre fui um homem do diálogo e da construção coletiva. Uma declaração que não condiz com meu histórico de cidadão e homem público e que já ensejou um pedido de desculpas não deveria pautar de forma rebaixada o debate, nem macular a trajetória da qual me orgulho. Tenho convicção de que estamos no caminho certo e de que todos aqui, assim como eu, curtem e cuidam da nossa cidade e é nessa perspectiva que seguiremos trabalhando na construção de uma Porto Alegre mais moderna, bonita, sustentável e cada vez melhor de se viver.

* Artigo publicado na editoria de Opinião da edição de hoje do jornal Zero Hora.

DESCULPEM, ESTAMOS EM OBRAS

Porto Alegre vive um momento especial, com a execução de um conjunto de obras e intervenções que vão mudar a cara da cidade e garantir benefícios para todos. Começam a sair do papel os projetos do viaduto da Terceira Perimetral sobre a avenida Bento Gonçalves, a passagem de nível na rua Anita Garibaldi, a elevada junto a Estação Rodoviária, a duplicação da avenida Voluntários da Pátria. Já estão adiantadas as obras de duplicação das avenidas Beira Rio e Tronco e as intervenções nos corredores das avenidas Protásio Alves/Oswaldo Aranha e da Bento Gonçalves/João Pessoa para a implantação do sistema de ônibus rápido, o BRT, um avanço significativo em termos de transporte publico para a Capital de todos os gaúchos.

São obras decorrentes dos compromissos assumidos pela cidade para sediar uma das chaves da Copa 2014 e que ficarão como legado do grande evento esportivo, ampliando seus benefícios para as próximas gerações. São também resultados de muitas articulações com outras instâncias de poder, especialmente o governo federal, e do fazer a lição de casa, mantendo saudável as finanças municipais, o que permitiu, como nunca, a atração de recursos para investimentos na infraestrutura da cidade.

Com recursos próprios e financiamentos, por exemplo, investimos mais de R$ 230 milhões em 19 obras de drenagem urbana, iniciadas em 2012 em vários pontos da cidade. Para manutenção e conservação do sistema pluvial foram aplicados mais R$ 15 milhões. Com isso, buscamos minimizar a incidência de alagamentos, ainda mais agora que os temporais tem nos castigado em proporções desmedidas. Os resultados podem ser ainda mais efetivos se conseguirmos vencer a batalha contra os focos de lixo, que alimentam a equação “mais focos de lixo nas ruas = mais alagamentos.”

Acrescente-se, ao planejado ou em execução, o início das obras do Metrô, o projeto Orla do Guaíba associado ao de revitalização do Cais Mauá, a conclusão do Programa Integrado Socioambiental (Pisa), a expansão da rede de ciclovias, os investimentos na rede pública de saúde e na qualificação da educação, expressões de uma cidade que se desenvolve sem perder o foco de que todas as ações devem facilitar o cotidiano das pessoas e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Esse conceito vamos repetir e praticar à exaustão.

Temos consciência de que todas as melhorias em andamento e outras tantas planejadas vêm acompanhadas de transtornos para a população, especialmente quanto ao trânsito de veículos. Entretanto, dialogando de forma permanente com as comunidades afetadas e buscando potencializar as informações que esclareçam as mudanças e as alternativas oferecidas, acreditamos que conseguimos minimizar os eventuais problemas. Entendemos que o porto-alegrense, sempre receptivo às iniciativas que representem avanços para a cidade, já assimilou a ideia de que o transtorno é provisório enquanto o beneficio é permanente.

* Artigo publicado na edição desta sexta-feira do jornal Zero Hora.

Foto: Francielle Caetano/PMPA

FORTUNATI DESTACA SEGURANÇA COMO PRIORIDADE

Ao apresentar hoje, 28, o Centro Integrado de Comando da Capital, o prefeito José Fortunati destacou a importância que as ações para a melhorias das condições de segurança urbana passam a ter na administração municipal e revelou que a segurança dos porto-alegrenses continuará a ser prioridade na próxima gestão. Um conjunto de projetos começa a ser implantado, com ações de inteligência, propostas de prevenção e educação e uma integração cada vez maior com os órgãos de segurança fazendo parte dos planos, que incluem também o aumento do efetivo policial em Porto Alegre: “Em audiência com o governador Tarso Genro fiz um pedido de aumento de efetivo da Brigada, mostrei com dados que Porto Alegre tem hoje a necessidade de quase cinco mil brigadianos e estamos hoje pouco mais do que 2.600. É uma defasagem de muitos anos que o governo estadual tem que recuperar. A Capital é o grande centro urbano do estado, com maior número de ocorrências, por isso fiz o pedido ao governador”, explicou Fortunati.

O prefeito revelou ainda que o Município está fazendo sua parte, com o aumento do efetivo da Guarda Municipal, ampliação do videomonitoramento inclusive para a rede escolar, melhorias em todo o sistema de iluminação da cidade tornando os espaços públicos mais seguros, cercamento eletrônico dos parques, além do próprio Centro Integrado de Comando (CEIC), que terá a participação de vários órgãos para garantir mais segurança na prevenção e agilidade no atendimento à população.
Para Fortunati, é importante o investimento em prevenção e exemplificou: “ Não queremos somente atuar sobre o que já aconteceu, vamos atuar sobre a prevenção para que fatos inadequados à sociedade não aconteçam. Exemplo é sistema de videomonitoramento nas escolas, a ser implantado até o final do ano, num trabalho de prevenção para que as crianças cheguem ao ambiente escolar com toda segurança, combatendo o bulling, a violência e dando tranqüilidade aos pais de que as crianças estão em segurança”.

Foto: Jéfferson Bernardes

NOSSA PORTO ALEGRE – UMA CIDADE MELHOR PARA TODOS

Site da FIFA repercute início das obras do sistema BRT

A FIFA noticiou em seu site especial para a Copa do Mundo de 2014 o início das obras para a implantação dos sistemas de BRTs na Capital gaúcha. Segue abaixo, o texto publicado na página da entidade por meio do Comitê Organizador Local.

Porto Alegre inicia obras do sistema BRT

Começaram nesta segunda-feira (12/3) em Porto Alegre as obras necessárias para a implantação do sistema BRT (Bus Rapid Transit), que irá tornar mais rápido e seguro o transporte público da cidade. A medida faz parte do pacote de intervenções de mobilidade urbana visando a Copa do Mundo da FIFA, e representa um dos principais legados do evento na capital gaúcha.

A ordem de início da primeira etapa das obras foi assinada pelo prefeito da capital gaúcha, José Fortunati. “A Copa do Mundo da FIFA já está acontecendo em Porto Alegre. Projetos como o BRT irão representar uma transformação na rede de transporte coletivo da nossa cidade”, afirmou Fortunati.

A cerimônia ocorreu na Avenida Protásio Alves, uma das vias com intensa circulação de linhas de ônibus que irão receber o BRT. As avenidas Bento Gonçalves e João Pessoa também serão integradas ao novo sistema. Os veículos propostos são de grande capacidade e baixas emissões. Pelo projeto, os usuários terão informações de tráfego em tempo real. Haverá ainda sinal de trânsito prioritário nos cruzamentos e livre transferência de passageiros entre as linhas de ônibus.

As estações previstas serão fechadas e climatizadas, e seguem conceitos de sustentabilidade. O sistema de ar condicionado funciona através de ventilação natural e forçada. Estes mecanismos serão alterados conforme as condições climáticas, umidade e temperatura do ar, controlados por um sistema automatizado. A energia será gerada por painéis que compõem a cobertura das estações.

O nome do sistema BRT de Porto Alegre será escolhido por voto popular.

Fonte: FIFA.com

Próxima Página »

Blog do Fortunati is using WP-Gravatar