SOBRE OS EDIFICIOS-GARAGENS DO INTER

Quando anunciei o empenho da Prefeitura em apoiar a construção de dois edifícios-garagens no entorno do Beira-Rio como forma de desafogar o trânsito no Bairro Menino Deus nos dias de jogos do Inter ou de shows no Gigantinho, algumas pessoas entenderam que seria o Poder Público que faria a construção das obras.

É importante deixar claro de que a PREFEITURA de Porto Alegre NÃO vai colocar um único centavo nessas obras, como não está colocando dinheiro na reforma do Beira-Rio ou na nova Arena do Grêmio.

A construção dos edifícios-garagens será bancada com recursos do S.C. internacional com os seus parceiros privados. Cabe a Prefeitura agilizar o licenciamento da obra para que ela aconteça com a maior rapidez possível para atender a milhares de veículos de pessoas que vão ao Beira-rio ou ao Gigantinho. E este foi o compromisso que assumi com o Presidente Giovani Luiggi.

Todos sabem que o atual Beira-Rio quando foi projetado não previu a construção de estacionamentos condizentes com as necessidades de grandes concentrações de pessoas. Desta forma, em dias de jogo ou de shows as pessoas terminam por estacionar os seus automóveis no Bairro Menino Deus o que tem causado transtornos e reclamações dos moradores da vizinhança.

Para enfrentar esse problema com qualidade, o S.C.  Internacional, no projeto Gigante para Sempre, programou a construção de dois edifícios-garagens, um entre o estádio Beira-Rio e a Av. Edvaldo Pereira Paiva e  outro ao lado do Gigantinho, onde se situa o antigo estacionamento da EPTC.

Desta forma, as vagas a serem criadas vão beneficiar todo o bairro mesmo em dias sem jogos ou shows pois vão permitir que motoristas que vem da zona sul possam deixar os seus veículos nestes estacionamentos e se deslocar para o centro da cidade através do novo sistema de ônibus (BRTs), que será implantado na Av. Padre Cacique que também contará com corredor exclusivo de ônibus.

Ou seja, os edifícios-garagens, além de não receberem um único centavo da Prefeitura e serem construídos com recursos do Inter e seus parceiros, vão possibilitar uma maior organização do trânsito no Bairro Menino Deus.

 

AVANÇOS NO TRANSPORTE COLETIVO

José Fortunati

Porto Alegre recebe hoje mais um serviço importante que vai qualificar ainda mais o nosso transporte coletivo e facilitar a vida de seus cidadãos. Começa a valer a partir desta sexta-feira a segunda passagem gratuita no deslocamento de ônibus na capital e a integração plena do sistema de bilhetagem do Trensurb com o TRI. O usuário toma seu primeiro ônibus e paga (com o cartão TRI) a primeira passagem integral. Depois, terá um prazo adequado e suficiente – o tempo de sua viagem e mais 30 minutos – para embarcar em um segundo coletivo totalmente de graça.

Trata-se de uma vantagem importante que vai facilitar e reduzir o custo do deslocamento. O usuário vai pagar uma única passagem a cada duas viagens que realizar, desde que cumpra o intervalo de integração.

Assim, a administração municipal está honrando um compromisso histórico e levando adiante a idía de qualificar sempre mais os serviços ofertados aos porto-alegrenses. De maneira geral, toda a população será beneficiada pela segunda passagem integrada gratuita, mas serão os estudantes que sentirão com mais força as vantagens. Essa população imensa de jovens que se desloca na cidade diariamente, feitas as contas, pagará somente meia passagem e poderá fazer dois deslocamentos.

Os estudantes também terão um novo benefício a partir do dia 15 deste mês – a possibilidade de adquirir passagens escolares de modo fracionado, em até quatro compras. Atualmente, os estudantes podem fazer apenas uma compra por mês.

Contudo, a qualificação do transporte coletivo de Porto Alegre não passa apenas pelas facilidades oferecidas aos usuários. De 2010 para cá, a frota de ônibus teve 302 substituições (veículos novos em lugar de antigos) e 59 acréscimos de novos coletivos. Por iniciativa do poder executivo, a Câmara de Vereadores examina projeto de ampliação das linhas de lotação para a Lomba do Pinheiro e para a Restinga.

Isso sem falar nos grandes investimentos viários conquistados graças à Copa do Mundo, como a construção de novos corredores de ônibus para a implantação do moderno sistema de BRTs (Bus Rapid Transite). Este veículo mais leve e menos poluente, batizado de MEGA BRT, circulará experimentalmente na primeira semana de julho, em diversas linhas de forma alternada.

Sabemos que a missão não é fácil, tendo em vista que cerca de 100 novos veículos entram em circulação por dia na cidade, mas não vamos medir esforços para avançar em nosso transporte coletivo. É assim com os investimentos nos ônibus e lotações e é assim na busca incansável pelo metrô. O que esperamos como resultado de todo esse empenho é melhorar a vida de quem vive e trabalha na cidade, estimulando o uso do transporte coletivo, reduzindo os impactos do trânsito e diminuindo a poluição de cidade. Esta é a Nossa Porto Alegre.

* Prefeito de Porto Alegre

** Artigo publicado na edição desta sexta-feira, 1º, no jornal Correio do Povo.

Blog do Fortunati is using WP-Gravatar